28 de junho de 2016

Sobre ser avó nos tempos modernos

Ser avó é a oportunidade que temos de estender nossa proteção, amor pela trajetória do tempo. Cada um à sua maneira. Hoje, em geral, as vovós não são as senhorinhas caseiras, com cabelos brancos e birotes, ou xale de crochê nas costas, munidas de receitas e guloseimas, as quais as crianças amam. Outros tempos… Não […]

Ser avó é a oportunidade que temos de estender nossa proteção, amor pela trajetória do

tempo. Cada um à sua maneira. Hoje, em geral, as vovós não são as senhorinhas caseiras, com
cabelos brancos e birotes, ou xale de crochê nas costas, munidas de receitas e guloseimas, as
quais as crianças amam.

Outros tempos… Não sei dizer se bons ou ruins, diferente das avós que tínhamos.

 

Somos avós modernas que trabalham, estudam, possuem uma vida social, vivendo a juventude do
presente. Sabemos brincar com celulares, iPads, fazer bolos virtuais, produzir bonecas e usar
aplicativos, diferente dos tempos antigos. Mas, vale lembrar: a permanência do amor é
incondicional, a proteção e a paciência, tudo isso nos faz continuar como sempre, cheias de

Lembra D. Benta do Sítio do Pica Pau Amarelo! Tivemos que mesclar o passado com o

presente, preocupados com o futuro, com uma pitada de amor, corujisse, carinho e paciência,
bater tudo no liquidificador e levar ao forno do coração bem quente.
Hummm…. sai uma receita de bolo deliciosa, “Bolo de Amor”. E no final a frase célebre, que já
ouvimos várias vezes: “Vem aqui com a vovó… Meu anjo, meu amor.”
Thais Azzi
Teste da Página Fundadoras