4 de julho de 2018

7 pomadas para assaduras que usei nas crianças e aprovei

Que mãe nunca precisou recorrer a uma pomada para combater assaduras na pele do bebê?! Devido ao contato prolongado com substâncias irritantes – como urina, saliva, alguns tipos de cremes e até mesmo a própria fralda –, o bebê está muito sujeito à dermatite de contato (popularmente chamada de assadura), que costuma deixar a pele […]

Que mãe nunca precisou recorrer a uma pomada para combater assaduras na pele do bebê?!

Devido ao contato prolongado com substâncias irritantes – como urina, saliva, alguns tipos de cremes e até mesmo a própria fralda –, o bebê está muito sujeito à dermatite de contato (popularmente chamada de assadura), que costuma deixar a pele vermelha, coçando e dolorida.

E as pomadas são essenciais para tratar este problema, pois promovem a cicatrização da pele que está inflamada e, assim, proporcionam alívio quase que imediato para a criança!

Embora a dermatite de contato (assadura) não seja grave, ela deve ser tratada corretamente e evitada, pois a irritação da pele frequente pode até provocar o surgimento de feridas (que podem, depois, infectar).

Então, a escolha de uma boa pomada é tão importante quanto o cuidado que as assaduras pedem! Ou seja, se o produto não for de qualidade, pode até piorar o quadro.

A pomada mais popular, sem dúvidas, é o Hipoglós. Mas, ela não é a única! Existem outras boas pomadas que cito abaixo – todas que já usei nas crianças e aprovei! Compro na Drogal, que tem a maior parte das opções que gosto além de outros produtos que preciso para cuidados com as crianças.

Desitin roxa (minha preferida!);

Dermodex;

Bepantol;

Hipoderme;

Nistatina + Óxido de zinco;

A+D Zinc Oxide Cream;

Balmex.

Sim, a Desitin roxa é a minha preferida e até hoje tenho uma em casa para o caso de precisar com as crianças! É impressionante, no mesmo dia que você aplica a pomada, a assadura já diminui significativamente! Comprei a primeira vez nos EUA, mas hoje compro diretamente na Drogal!).

E vocês, qual pomada costumam usar? Já experimentaram e não gostaram de algumas dessas que citei?

Recebo muitas perguntas sobre isso, por isso, há um bom tempo estava “ensaiando” para vir compartilhar essas dicas com vocês e também pedir opiniões!

Como saber se é mesmo dermatite?

Mãe que é mãe sempre fica preocupada quando vê algum sinal diferente no bebê, né? E pode surgir a dúvida: será que é mesmo a dermatite de contato ou pode ser algo mais grave?

Os principais sintomas da dermatite de contato no bebê são:

· Manchas vermelhas que descamam;

· Bolinhas vermelhas que coçam;

· Choro e irritação mais frequentes.

Tais alterações na pele costumam surgir em áreas da pele com dobras ou naquelas que têm contato frequente com roupa. Exemplos: pescoço, região íntima, punhos, lateral da boca etc.

A dermatite de contato não deve causar grandes preocupações, mas é muito importante consultar o pediatra, até para que ele possa identificar se a dermatite está sendo causada por alguma substância específica.

Como evitar a dermatite no bebê

Para evitar a dermatite de contato é preciso manter a pele do bebê limpa e seca. Algumas dicas neste sentido são:

Limpar sempre o excesso de baba;

Trocar as roupas molhadas;

Trocar o mais rápido possível fraldas sujas com urina ou fezes;

Dar preferência para roupas de algodão;

Não usar cremes e outros produtos que não são próprios/apropriados para a pele do bebê;

Contar com a ajuda de talcos para deixar a pele do bebê mais sequinha.

Vale lembrar que as pomadas necessárias para tratar assaduras, além de talcos e outros produtos para cuidados com os bebês, você encontra na Drogal – que, inclusive, faz lista para chá de bebê!

 

Teste da Página Fundadoras