27 de agosto de 2018
  • Blog Mundo Mãe
  • Uma reflexão sobre ser psicóloga(o), por Alessandra Netti

Uma reflexão sobre ser psicóloga(o), por Alessandra Netti

Hoje comemoramos o Dia do Psicólogo! O que poderia dizer dessa profissão? Como não amar? Tenho o meu sustento contribuindo para que o outro possa fazer uma caminhada firme e, ao mesmo tempo, suave; dura e, ao mesmo tempo, enriquecedora e transformadora. A psicologia nasceu no Brasil em 27 de agosto de 1964 e nesse […]

Hoje comemoramos o Dia do Psicólogo! O que poderia dizer dessa profissão? Como não amar?

Tenho o meu sustento contribuindo para que o outro possa fazer uma caminhada firme e, ao mesmo tempo, suave; dura e, ao mesmo tempo, enriquecedora e transformadora.

A psicologia nasceu no Brasil em 27 de agosto de 1964 e nesse tempo houveram muitas transformações. Hoje reconhecida pela manutenção da saúde emocional do indivíduo. E principalmente, pela prevenção da psique saudável.

Uma profissão que nos transforma junto com a transformação do outro. Que nos faz ser uma pessoa melhor a cada dia.

Uma profissão que nos torna consciente e nos faz ser mãe e pai diante do paciente, para que ele internalize as imagens materna e paterna dentro de si e se torne inteiro para continuar a trajetória da vida.

Uma vez eu li uma frase da Elisabeth Kubler-Ross: “cada um de nós tem dentro de si um Gandhi e um Hitler.” Como é verdadeira e como temos que nos curar a cada dia, do início ao fim da nossa jornada pois somos um todo e não partes fragmentadas.

Aprender as lições…

Como estamos investindo na nossa trajetória?

São tantas lições… Devemos olhar para a própria história e refletir o quanto ela é verdadeira e quanto nos faz fortes e conscientes. Façamos isso por toda a vida, pois nossas prioridades mudam conforme a idade.

Um brinde à profissão que permite olhar para dentro, acordar e … transformar.

Teste da Página Fundadoras