3 de setembro de 2018
  • Blog Mundo Mãe
  • O que senti ao assistir o Desfile Inclusivo de Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida

O que senti ao assistir o Desfile Inclusivo de Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida

Hoje venho compartilhar com vocês uma experiência incrível e emocionante da qual participei no último fim de semana! Fui assistir a 9ª edição do Desfile Inclusivo de Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida, realizada no Shopping Piracicaba, por iniciativa do Projeto Superação com o apoio do vereador André Bandeira, em parceria com o Shopping e […]

Hoje venho compartilhar com vocês uma experiência incrível e emocionante da qual participei no último fim de semana! Fui assistir a 9ª edição do Desfile Inclusivo de Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida, realizada no Shopping Piracicaba, por iniciativa do Projeto Superação com o apoio do vereador André Bandeira, em parceria com o Shopping e Popin Moving Lights…

Já tinha ouvido falar da iniciativa, mas ainda não tinha tido a oportunidade de prestigiar. E não tinha dúvidas de que era um evento realmente especial… Porém, o que senti ali, no momento, foi algo que eu nunca poderia ter previsto!

Quanto sentimento! Um misto inevitável de tristeza com muita alegria! Digo “inevitável” pois foi impossível não me chatear ao ver deficiências que eu (confesso) nem sabia que existia. Ao mesmo tempo em que seria impossível não me alegrar ao ver a felicidade estampada no rosto daquelas crianças (além de adolescentes e adultos)!

Chorei o tempo todo, de alegria, de emoção… Senti, sobretudo, uma enorme vontade de aplaudir aquelas crianças que estavam tão felizes em estarem ali, que não queriam sair da passarela de jeito nenhum! (Por isso, quando me dei conta, nem tinha conseguido tirar fotos, de tão “vidrada” que eu estava no que acontecia).

 

Ao ver tantas dificuldades e, ao mesmo tempo, tanta alegria naquelas pessoas, só pude agradecer… Rezei, abracei meus filhos e chorei mais e mais…

Tanto que, antes que acabasse o desfile, decidi ir embora. Porque fiquei com medo de que as pessoas – tanto as crianças que desfilaram como os adultos – me vissem chorando e ficassem tristes, por eu estar “chorando por eles”…

Não sei se fiz o “certo” ou se fui “boba”. Mas só sei que fui embora com a certeza de que todos deveriam prestigiar este evento, para que não se esqueçam (como eu) do quanto somos perfeitos, do quanto devemos agradecer!

O tempo todo nos pegamos reclamando de algo em nossa aparência ou em nossa rotina… Vocês já perceberam?!

Mas quando temos uma oportunidade como esta, de ver uma iniciativa tão nobre, nos damos conta do quanto temos que agradecer!

Aquelas pessoas nos mostram, sobretudo, que nenhuma dificuldade deve ser capaz de “nos parar”, de tirar o sorriso do nosso rosto!

Posso dizer que aprendi muito de estar ali! Deixo aqui minha total admiração por cada participante daquele desfile, pela força e alegria que sentem e transmitem! Assim como por seus familiares que, posso imaginar, deviam estar transbordando de emoção!

Quero ainda parabenizar o vereador André Bandeira, o Shopping Piracicaba, o Popin e todos os envolvidos nessa iniciativa fantástica! E deixo meu conselho: participem da próxima edição!

 

 

Fotos: Engenho da Notícia

 

Teste da Página Fundadoras