1 de outubro de 2018

Reflexão sobre o Dia do Idoso

Alessandra Netti Ilustrativa Nós, mães, somos tomadas pela imensidão materna e quando percebemos estamos envolvidas com a realidade dos nossos filhos e com a correria do dia-a-dia que eles nos exigem. Hoje, no dia do Idoso, queria te propor uma pausa e fazer com que você olhe para sua descendência. Olhe para seus pais e […]

Alessandra Netti
Ilustrativa

Nós, mães, somos tomadas pela imensidão materna e quando percebemos estamos envolvidas com a realidade dos nossos filhos e com a correria do dia-a-dia que eles nos exigem.

Hoje, no dia do Idoso, queria te propor uma pausa e fazer com que você olhe para sua descendência. Olhe para seus pais e avós.

Olhe para tudo que está por vir na sua vida! A velhice, a melhor idade, a maturidade, a transformação.

Olhar para os idosos é olhar para nós mesmos amanhã.

Nossa pele não será a mesma, nosso ritmo e desempenho também não. Nossos filhos já estarão grandes e independentes, não seremos mais tão importantes, tão lindos, tão fortes, tão corajosos, perante os olhos de nossos filhos. O que sente com tudo isso?

Já parou para pensar no que seus pais ou avós – para alguns, que tem avós ainda – podem sentir com toda essa mudança na vida deles?

Quero que pensem na importância de dedicarmos a mesma energia amorosa que dispendemos com nossos filhos, para nossos pais, avós e idosos de um modo geral.

Nossa melhor parte, nossa história!!

Busquemos a melhor aprendizagem de cada dia para seguirmos uma trajetória consciente rumo à melhor velhice que se possa viver.

Não quero falar muito hoje… Quero apenas que sintam… Ternura. E que dediquem um tempo para aqueles que sempre estiveram te segurando para aprender a caminhar.

 

 

Teste da Página Fundadoras