2 de outubro de 2018

O que é Processamento Auditivo (Central)?

Você já ouviu falar sobre processamento auditivo (central)? Trata-se de um assunto importantíssimo, visto que os sinais mais comuns de alteração do processamento auditivo podem ocorrer tanto em crianças como adultos. Convidamos as fonoaudiólogas da Clinicativa – Melina Angelelli Nicioli (especialista em Audiologia e Processamento Auditivo), Camile Lombardi e Gabrielle Rossi Garcia – para esclarecer […]

Você já ouviu falar sobre processamento auditivo (central)? Trata-se de um assunto importantíssimo, visto que os sinais mais comuns de alteração do processamento auditivo podem ocorrer tanto em crianças como adultos.

Convidamos as fonoaudiólogas da Clinicativa – Melina Angelelli Nicioli (especialista em Audiologia e Processamento Auditivo), Camile Lombardi e Gabrielle Rossi Garcia – para esclarecer as principais questões sobre o tema. Confira:

1. O que significa exatamente Processamento Auditivo?

Processamento Auditivo (Central) – PA(C) é um conjunto de habilidades específicas das quais o indivíduo depende para interpretar o que ouve. É “o que fazemos com o que ouvimos”.

O Transtorno do Processamento Auditivo (Central) é qualquer dificuldade na habilidade para ter atenção, discriminar, reconhecer, lembrar ou compreender a mensagem ouvida, mesmo que tenha audição e inteligência normais.

2. Quais são sinais comuns na alteração do processamento auditivo?

As principais características são:

– Comportamento desatento e distraído;

– Dificuldade para compreender piadas ou palavras de “duplo sentido”;

– Não atender prontamente quando chamado;

– Dificuldade para falar o “R” e o “L”;

– Dificuldade em relatar histórias ou dar recado;

– Dificuldades escolares, principalmente de leitura e escrita;

– Disgrafia;

– Problemas de memória e compreensão de enunciados mais complexos, entre outras.

3. Em que idade tais sinais podem/costumam manifestar?

Não existe uma idade específica, podendo ocorrer tanto em crianças como adultos.

4. Quando os pais devem procurar ajuda profissional?

Quando a criança manifestar um ou mais dos sinais apresentados acima.

5. Como é realizada a avaliação?
A avaliação do PAC é realizada pelo fonoaudiólogo em cabine acústica, equipamentos audiológicos e após avaliação otorrinolaringológica. Consiste em testes gravados em CD que simulam situações do dia-dia, como fala em ambiente ruidoso ou com várias pessoas falando ao mesmo tempo. Tem duração, em média, de uma hora e trinta minutos.

6. Em casos de alteração do processamento auditivo, como é feito o tratamento?

O tratamento é realizado de acordo com cada caso e com os achados na Avaliação do Processamento Auditivo (Central). Geralmente consiste em treino auditivo formal, realizado com equipamentos específicos, estimulando as habilidades auditivas prejudicadas.

“Ouvir é uma habilidade que depende da capacidade biológica inata e das experiências com o meio ambiente. Este processo torna-se importante no aprendizado da linguagem e quando ocorre prejuízo dessa habilidade de ouvir, também podem ocorrer dificuldades com a linguagem receptiva ou expressiva. Portanto, é de fundamental importância realizar o diagnóstico sobre as condições da audição de um indivíduo, principalmente para orientação do processo de reabilitação fonoaudiológica e/ou prevenção de distúrbios da comunicação.”

Clinicativa -Piracicaba

Melina Angelelli Nicioli
CRFa 14230
Especialista em Audiologia e Processamento Auditivo

Camile Lombardi
CRFa 2-19509

Gabrielle Rossi Garcia

CRFa 2-20539

Teste da Página Fundadoras