6 de novembro de 2018

Dia do Riso: quando surgirá o primeiro?

Hoje, 6 de novembro, é o Dia do Riso. E isso imediatamente nos remete às crianças que, desde muito pequenas, riem frequentemente e com naturalidade. Aliás, logo depois que o bebê nasce, uma das maiores expectativas dos pais é exatamente poder ver seu filho sorrindo. E o primeiro sorriso pode ser dado já nos primeiros […]

Hoje, 6 de novembro, é o Dia do Riso. E isso imediatamente nos remete às crianças que, desde muito pequenas, riem frequentemente e com naturalidade.

Aliás, logo depois que o bebê nasce, uma das maiores expectativas dos pais é exatamente poder ver seu filho sorrindo.

E o primeiro sorriso pode ser dado já nos primeiros dias de vida, porém, é um reflexo motor, uma ação involuntária que pode ocorrer tanto com o bebê acordado quanto dormindo.

Embora esse primeiro riso “não seja para você”, ótimo!, é um sinal de que tudo vai bem com o desenvolvimento do bebê! E, por isso, sempre é um motivo de satisfação para os pais, não é mesmo?

Já o primeiro “sorriso social”, aquele realmente “dado a você”, costuma ocorrer por volta de um mês e meio, conforme levantamento feito pelo professor e psicólogo Caspar Addyman, do Goldsmiths College da Universidade de Londres (Reino Unido). Ele pesquisou cerca de 1.300 famílias de 69 países para fazer este levantamento e chegar a conclusões como esta.

E como um “sorriso discreto” torna-se aquele riso gostoso que só os pequenos dão?! As interações dos pais com o bebê são essenciais neste sentido. Vale sorrir de volta, fazer caretas, brincadeiras, carinho…

Vale lembrar que para a criança sorrir, ela deve estar se sentido “segura”, e isso normalmente acontece com a presença dos pais. Mas, se em algum momento você achar que ela não está apresentando reações emocionais, converse com seu pediatra para tira todas as dúvidas.

Dica

O riso nos remete às crianças exatamente pela naturalidade com que riem. Porém, os risos sinceros também são essenciais para nós, adultos.

Por isso, deixamos como dica no dia de hoje o livro “A Terapia do Riso”. “O livro, em toda a sua simplicidade, é uma contribuição para que o leitor, através do riso, desperte em si o gosto pela vida e é, ao mesmo tempo, uma homenagem a todos os que sabem ver e perceber o lado bom das coisas, criando um clima de felicidade e prazer que contagie o ambiente em que vivem e as pessoas com quem convivem. Portanto, vamos sorrir e rir, pois rir é o melhor remédio.”

Teste da Página Fundadoras