6 de novembro de 2019

O abraço que curou meu dia

Esses dias atrás, acordei tristonha e não tinha um motivo. Apenas me sentia entristecida. Tantas coisas me vieram à mente e eu tentava repor minhas energias com bons pensamentos,  oração, pegar um pouco de sol… O dia foi transcorrendo e resolvi ir para a cozinha fazer o almoço. Não gosto de cozinhar quando estou nervosa […]

Esses dias atrás, acordei tristonha e não tinha um motivo. Apenas me sentia entristecida. Tantas coisas me vieram à mente e eu tentava repor minhas energias com bons pensamentos,  oração, pegar um pouco de sol…

O dia foi transcorrendo e resolvi ir para a cozinha fazer o almoço. Não gosto de cozinhar quando estou nervosa ou triste pois acredito que a energia que passamos através das nossas mãos e dos nossos pensamentos interfere na comida (afetando quem a consome).

Mas, enfim, estava eu lá na cozinha, preparando algo para o almoço. De repente… Sinto o abraço da filha!! Nossa! Foi como uma explosão amorosa que todo meu corpo sentiu!  Não estava esperando nada, e aquele abraço curou meu dia!

Será que um abraço pode curar nossas tristezas? Sim! Pode curar muitas coisas.

Começou como uma brincadeira esse tema de “Abraço terapia”, mas hoje temos muitos estudos sobre o assunto. E como que numa bela sincronia, acabei lendo uma reportagem sobre o assunto.

A matéria falava sobre como são importantes os abraços para a saúde física e mental. Isso em base na análise de cientistas que entrevistaram 404 adultos diariamente durante 14 dias, com perguntas sobre saúde, conflitos, sobre como se sentiam emocionalmente e se haviam ou não recebido um abraço.

Ao final do estudo, os pesquisadores notaram que mesmo aquelas pessoas que se envolveram em conflitos interpessoais se mostravam mais positivas quando haviam recebido um abraço no mesmo dia. Os abraços também diminuíram a incidência de desenvolvimento de resfriados e outras infecções. A pesquisa foi divulgada na Revista PLoS ONE, porém, esta não é a primeira neste sentido de mostrar o quanto um abraço pode ser benéfico!

E você, já foi abraçado e/ou abraçou alguém hoje? Que tal usar desse ato tão simples e lindo para melhorar o dia do outro e o nosso próprio dia?!