31 de janeiro de 2020
  • Blog Mundo Mãe
  • 8 filmes interessantes que falam sobre transtornos mentais

8 filmes interessantes que falam sobre transtornos mentais

Para finalizar o mês de janeiro, que colocou em evidência os cuidados com a saúde mental por meio da campanha Janeiro Branco, reunimos hoje 8  filmes que abordam transtornos mentais e mostram de maneira mais visual (ainda que fictícia) um pouco da realidade de pessoas que têm sua saúde mental afetada de alguma forma. Uma […]

Uma mente brilhante

Para finalizar o mês de janeiro, que colocou em evidência os cuidados com a saúde mental por meio da campanha Janeiro Branco, reunimos hoje 8  filmes que abordam transtornos mentais e mostram de maneira mais visual (ainda que fictícia) um pouco da realidade de pessoas que têm sua saúde mental afetada de alguma forma.

  1. Uma mente brilhante

John Nash (Russell Crowe) é um gênio da matemática que, aos 21 anos, formulou um teorema que provou sua genialidade e o tornou aclamado no meio onde atuava. Mas aos poucos o belo e arrogante Nash se transforma em um sofrido e atormentado homem, que chega até mesmo a ser diagnosticado como esquizofrênico pelos médicos que o tratam. Porém, após anos de luta para se recuperar, ele consegue retornar à sociedade e acaba sendo premiado com o Nobel.

  1. Um Estranho no Ninho

Randle Patrick McMurphy (Jack Nicholson), um prisioneiro, simula estar insano para não trabalhar e vai para uma instituição para doentes mentais. Lá estimula os internos a se revoltarem contra as rígidas normas impostas pela enfermeira-chefe Ratched (Louise Fletcher), mas não tem ideia do preço que irá pagar por desafiar uma clínica “especializada”.

  1. Rain Man

Charlie (Tom Cruise), um jovem yuppie, fica sabendo que seu pai faleceu. Eles nunca se deram bem e não se viam há vários anos, mas ele vai ao enterro e ao cuidar do testamento descobre que herdou um Buick 1949 e algumas roseiras premiadas, enquanto um “beneficiário” tinha herdado três milhões de dólares. Curioso em saber quem herdou a fortuna, ele descobre que foi seu irmão Raymond (Dustin Hoffman), cuja existência ele desconhecia. Autista, Raymond é capaz de calcular problemas matemáticos com grande velocidade e precisão. Charlie sequestra o irmão da instituição onde ele está internado para levá-lo para Los Angeles e exigir metade do dinheiro, nem que para isto tenha que ir aos tribunais. É durante uma viagem cheia de pequenos imprevistos que os dois entenderão o significado de serem irmãos.

  1. O lado bom da vida

Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.

  1. Um anjo em minha mesa

Baseado no relato autobiográfico de Janet Frame, o filme conta a história de uma ruiva gorducha e tímida que é diagnosticada como esquizofrênica e passa oito anos sendo tratada com eletrochoques em um sanatório, para depois se tornar uma das mais aclamadas escritoras da Nova Zelândia. Por pouco não submetida a uma lobotomia, é salva pelo fato de seu livro de contos  “The Lagoon and Other Stories”, receber um importante prêmio literário.

  1. Garota, Interrompida

Em 1967, após uma sessão com um psicanalista que nunca havia visto antes, Susanna Kaysen (Winona Ryder) foi diagnosticada como vítima de “Ordem Incerta de Personalidade” – uma aflição com sintomas tão ambíguos que qualquer garota adolescente pode ser enquadrada. Enviada para um hospital psiquiátrico, ela conhece um novo mundo, repleteo de jovens garotas sedutoras e transtornadas. Entre elas está Lisa (Angelina Jolie), uma charmosa sociopata que organiza uma fuga.

(Disponível na Netflix)

  1. TOC TOC

Trata-se de uma comédia. Na sala de espera de um médico atrasado, pacientes com TOC (transtorno obsessivo-compulsivo) precisam lidar com as manias de cada um.

(Disponível na Netflix)

  1. Almas Desesperadas

Em um elegante hotel de Nova York está Nell Forbes (Marilyn Monroe), uma bela mas psicótica mulher que recentemente saiu de um sanatório. Após conseguir emprego como babá, ela passa a cuidar de Bunny (Donna Corcoran), a filha de um casal de hóspedes. Paralelamente outro hóspede, Jed Towers (Richard Widmark), um piloto de linha comercial, está chateado, pois Lyn Leslie (Anne Bancroft), a cantora do hotel com quem ele namorava, está insatisfeita com a relação. Jed vai ao seu encontro e tenta em vão reatar. Já no seu quarto ele vê Nell, que está no quarto defronte, e os dois começam a conversar. Porém quando Bunny surge Nell fica louca e manda a menina de volta para a cama aos berros, pois Nell está imaginando que Jed é um ex-noivo. Ele, por sua vez, pressente que algo muito estranho está acontecendo.

É importante ressaltar que o mês de janeiro termina, mas as discussões sobre saúde mental não devem cessar.